Canções diversas 13: LEONARDO E BRUNO

(nota: esta canção é de 29 de dezembro de 1977. Meus filhos moravam em Belo Horizonte; Leo ia fazer 7 anos; Bruno, tinha feito 5.)

foto de jorge teles


São dois pombinhos matreiros, 
dois travessos coelhinhos.
Dois meninos bagunceiros,
simpáticos e fofinhos.

Dia e noite fazem arte
da mais alta qualidade.
Farejando em toda parte,
procurando novidade.

Eu que fui mestre de muitos,
de vocês eu sou aluno.
Leonardo e Bruno,
Bruno e Leonardo,
Bruno e Leonardo,
Leonardo e Bruno.

Dois incansáveis ratinhos,
buscando o desconhecido.
Dormindo, são quietinhos,
Acordados, que alarido.

Naves de porto inseguro,
tão iguais, tão diferentes.
Dois caminhos, dois futuros
de esperanças sorridentes.

Não sei se entendem se digo,
são leve e pesado fardo.
Bruno e Leonardo,
Leonardo e Bruno,
Leonardo e Bruno,
Bruno e Leonardo.
 
foto de jorge teles